3 principais habilidades sociais na infância

3 principais habilidades sociais na infância
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área todos os dias aqui e em minhas redes sociais.

 

Estimular o desenvolvimento de algumas competências desde o nascimento é fundamental para que as crianças possam ter um bom convívio social no futuro. Com isso, é preciso que os pais compreendam quais as habilidades sociais na infância devem ser priorizadas de modo a construir relações interpessoais de maneira positiva. 

Esse aspecto passou a ter uma importância ainda maior com o cenário criado após o período de distanciamento social causado pela Covid-19. Sem o contato direto com outras crianças e diferentes cenários, a evolução social pode ser prejudicada sem uma ação corretiva efetiva.

Dessa forma, vou destacar quais são as principais habilidades sociais na infância que devem ser desenvolvidas pelas crianças. 

Conhecendo na prática as principais habilidades sociais na infância que devem ser desenvolvidas

Inteligência emocional, comunicação e empatia estão interligadas para você? Caso ainda não estejam, chegou a hora de você descobrir um pouco mais sobre cada uma dessas habilidades e como elas impactam, diretamente, no desenvolvimento infantil.  

Inteligência emocional 

Inteligência emocional

Entendida atualmente como a habilidade de identificação e trato com os sentimentos próprios e dos outros que nos cercam, a inteligência emocional tem um papel importante na vida de uma criança quando construída com apoio dos pais. Entre outros benefícios refletidos na vida adulta, posso citar:

  • Maior autoestima;
  • Melhora da resiliência; 
  • Ganho de autonomia. 

Assim, ajudar as crianças a serem emocionalmente inteligentes é fundamental. E, para tanto, desde os primeiros meses de vida – início da primeira infância – os pais, profissionais e pessoas próximas devem estimular e favorecer um canal aberto de diálogo com reciprocidade. 

Com isso, a cada etapa do desenvolvimento e novas circunstâncias enfrentadas, a criança passa a aprender como conter as suas emoções, as melhores maneiras de expressá-las e, o mais importante, como transformá-las em algo uma ação mais proveitosa. Ou seja, trabalha a inteligência emocional para viver de forma saudável – trabalha uma das principais habilidades sociais na infância. 

Diante desse cenário, afastar-se das críticas e comparações excessivas com outras crianças, além de qualquer tipo de maus tratos é de extrema importância. Caso contrário, ao invés de ajudar no desenvolvimento de uma criança positivamente, estaremos contribuindo para o surgimento de um adulto inseguro, sem autoestima e carregado de negatividade.  

Comunicação

Como você pode ver quando falei sobre a inteligência emocional, no tópico anterior, a comunicação é uma parte central do processo de desenvolvimento infantil. Durante toda a Primeira Infância – da gravidez até os seis anos de vida da criança – são diversos os tipos de comunicação, como sons, choros, risos, além das primeiras palavras.

Dessa forma, é preciso responder a esses estímulos das crianças, fomentando o diálogo e o entendimento disso por parte dos pequenos. Você deve saber falar, mas também ouvir a criança, para ser estabelecida uma relação de confiança e segurança, tornando o ambiente favorável para o desenvolvimento infantil – além de todas as habilidades sociais na infância. 

Mas, aqui vale um ponto de atenção. A ideia da comunicação com a criança é que ela seja natural e dentro de cada contexto do dia a dia. Estímulos forçados tendem a ser mais prejudiciais do que benéficos, uma vez que o pequeno também deve ter espaço para aprender de forma independente e sozinho. 

Então, para você fomentar a sensação de que a comunicação é importante para as crianças, separei algumas dicas de ações que você pode realizar. Veja abaixo: 

  • Conte histórias em voz alta para os bebês;
  • Retribua de forma positiva para os diferentes formatos de comunicação que as crianças realizam (Contribui para o aumento da confiança, felicidade e inteligência);
  • Descreva para o pequeno as ações que estão acontecendo e o cenário que existe ao redor dele;
  • Propicie experiências com diferentes objetos sonoros, enquanto a altura (aguda e graves) e intensidades (alta e baixa) para gerar o conhecimento dos mais variados sons;
  • Incentive o contato com outras crianças. 

Empatia

Em voga na nossa sociedade atual, a empatia – capacidade de se colocar no lugar do outro para compreender seus medos, receios, alegrias e mais – também tem papel importante no desenvolvimento infantil. A partir do convívio com pessoas diferentes a todo momento em uma sociedade tão complexa, fica fácil compreender a importância da empatia para as boas relações. 

Uma vez que a criança é ensinada sobre a empatia e compreende a importância dessa habilidade social, com o exemplo de quem a cerca, existe uma melhoria significativa em suas relações. Alguns estudos nacionais e internacionais mostram que os jovens que mais apresentam comportamento empático – cooperação e ajuda, por exemplo – são mais aceitos socialmente, recebem mais atenção, ajuda, entre outros fatores. 

Dessa forma, veja algumas dicas que preparei para você contribuir com a empatia nas crianças, uma vez que essa é uma das principais habilidades sociais na infância e deve ter uma atenção especial: 

  • Apresente a ela diferentes formas de empatia através de contos que utilizam a linguagem da criança;
  • Considere sempre os sentimentos da criança no momento de educar e corrigir comportamentos indevidos;
  • Em caso de alguma briga, além de mostrar o porquê a atitude foi errada, se lembre de perguntar como a criança acha que a outra pessoa está se sentindo, ou como ele se sentiria na mesma situação;
  • Tente incluir a criança em um ciclo social diverso, fazendo com que ela tenha contato com diferentes experiências e ações. 
  • Aponte formas de demonstrar a empatia em ações práticas do dia a dia, como dar preferência às pessoas com maior pressa, ajudar quem está passando alguma dificuldade, ceder o lugar no transporte público para quem mais precisa, entre outros.

A importância da atuação nas habilidades sociais na infância da família

A importância da atuação nas habilidades sociais na infância da família

Como você pode notar até aqui, a participação da família no desenvolvimento habilidades sociais na infância de uma criança é peça chave para se ter sucesso. Os pais e responsáveis, são os primeiros a estipular regras, orientar sobre as melhores ações e a coibir atitudes nocivas. Ou seja, atuam diretamente na construção, no futuro, de um ser adulto consciente de seu papel e atos. 

O Desenvolvimento cognitivo, a socialização, o desempenho escolar, entre as outras habilidades sociais na infância que apresentei aqui só tem a ganhar com a participação familiar. Por isso, incentive e não deixe de lado a participação da família. Para saber mais sobre a psicologia infantil, entre me siga no instagram! Lá eu dou dicas, ideias, brincadeiras e muito mais, tanto para pais quanto para psicólogos de como ajudar a desenvolver pacientes e crianças.

Compartilhe esse conteúdo
WhatsApp
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Conteúdos que você também pode gostar
Calandar (2)
17 de abril de 2024
Tornar-se um especialista em psicologia...
Calandar (2)
11 de abril de 2024
Abrir um consultório de psicologia...
Calandar (2)
7 de abril de 2024
Planejar uma consulta de psicologia...
Calandar (2)
3 de abril de 2024
A busca por especialização em...
Calandar (2)
28 de fevereiro de 2024
A intervenção de qualquer transtorno...
Calandar (2)
27 de janeiro de 2024
A prática da psicologia infantil...
Calandar (2)
25 de janeiro de 2024
A Psicologia Infantil desempenha um...
Calandar (2)
21 de janeiro de 2024
O desenvolvimento emocional e cognitivo...

Newsletter: Receba Notícias e Conteúdos

Receba as novidades do mundo da Terapia Infantil toda semana!

Jornada Terapeuta Infantil de Sucesso

Aprenda a se desenvolver mais como terapeuta infantil, como lotar sua agenda e fazer a gestão do seu consultório do zero.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Digite o que procura abaixo