Como avaliar os atrasos no desenvolvimento infantil

Como avaliar os atrasos no desenvolvimento infantil
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área. Quer conversar comigo? Só deixar um comentário no final do conteúdo.

Para quem sonha em ter filhos, ou também os pais que acabaram de ter, é importante observar tudo o que tem relação com o crescimento e ao desenvolvimento dessa criança, principalmente os marcos do desenvolvimento, que podem apresentar atrasos e nos alertar de que precisamos buscar especialistas.

Naturalmente, quando uma criança apresenta marcas expressivas de atrasos no desenvolvimento infantil, é importante que os pais busquem entender o por que isso está acontecendo, já que, esses atrasos podem significar uma variedade de situações.

Existe um consenso na pediatria e psicologia que marca alguns passos e processos de desenvolvimento das crianças, e são baseados nesses passos que esses especialistas determinam se os pequenos estão de acordo com o “natural”, ou se há algo que foge do padrão.

Para determinar que estão ocorrendo atrasos no desenvolvimento infantil, existem diferentes tipos de avaliações, principalmente realizadas em forma de testes. 

Nesse artigo, veremos justamente quais são esses testes, como eles são aplicados e como os psicólogos e outros especialistas utilizam esses testes para avaliar os atrasos no desenvolvimento infantil.

Desenvolvimento infantil

Desenvolvimento infantil

Para começar, é importante apontar quais são esses marcos do desenvolvimento infantil que, na teoria, as crianças deveriam atingir conforme o passar do tempo, identificando que não existem atrasos no desenvolvimento infantil.

Esses marcos são utilizados, principalmente, para identificar padrões de crianças até os seus 4 anos de idade, ou então 48 meses.

Nesse sentido, são apontados pequenos progressos em determinadas quantidade de meses de idade das crianças. Ou seja, existem marcos para crianças com 6 meses, 12 meses, 18 meses e assim por diante.

Ainda, os marcos podem identificar características variadas, especialmente em 4 campos: sócio emocional, linguagem, cognição e coordenação motora.

6 meses

O primeiro estágio registrado é em crianças de 6 meses. Nessa idade, as crianças deveriam possuir certas habilidades e características:

  • Sócio emocional: Sorriso e risadas quando estimuladas pelas cócegas;
  • Linguagem: Balbucios;
  • Cognição: Acompanha os sons com a cabeça;
  • Coordenação motora: Ergue a cabeça, rola pelo chão, põe a mão e objetos na boca.

6-9 meses

Nessa idade, as características apresentadas anteriormente ficam ainda mais visíveis: 

  • Sócio emocional: Sorri e dá risada efusivamente, e entende a palavra não;
  • Linguagem: balbucia vogais e consoantes;
  • Cognição: Consegue identificar o seu nome;
  • Coordenação motora: segura objetos com a mão, fica em pé segurando a mão de alguém.

9 a 12 meses

Próximo a completar 1 ano, as crianças que não possuem atrasos no desenvolvimento infantil, devem possuir características semelhantes a essa:

  • Sócio emocional: Chora com a ausência dos pais, começa a ter interesse por outras crianças e imita sons e ações;
  • Linguagem: Consegue falar mamãe e papai;
  • Cognição: Aponta com o dedo, responde solicitações;
  • Coordenação motora: Consegue levantar e caminhar segurando objetos e a parede, faz movimento de pinça com a mão.

18 meses

Com 1 ano e meio, as crianças já estão, ou deveriam estar, em um estágio avançado do desenvolvimento, efetuando tais práticas:

  • Sócio emocional: Estranha a presença de outras pessoas, faz birra; 
  • Linguagem: fala algumas palavras, balança a cabeça para dizer não;
  • Cognição: Aponta para partes do corpo, começa a desenhar rabiscos;
  • Coordenação motora: Anda sozinho, bebe no copo e come utilizando talheres.

2 anos

A partir dessa idade, os marcos são registrados, principalmente, de ano em ano, já que é possível identificar mudanças e padrões mais precisos durante esse intervalo de tempo. Com 2 anos, por exemplo, as crianças devem possuir características semelhantes a:

  • Sócio emocional: Brinca com outras crianças;
  • Linguagem: Forma frases, 
  • Cognição: Identifica cores e formas;
  • Coordenação motora: Começa a correr e brinca de bola.

3 anos

Com 3 anos, ou 36 meses, os marcos do desenvolvimento infantil ficam bem acentuados:

  • Sócio emocional: Brinca com outras crianças e demonstra preocupação ao ver o amigo chorando;
  • Linguagem: Elabora frases mais completas, fala seu nome e idade;
  • Cognição: Sabe abrir portas e utiliza mais imaginação nas brincadeiras;
  • Coordenação motora: Corre com mais facilidade, desce e sobe escadas.

4 anos

Por fim, as crianças de 4 anos já estão em estágio avançado do desenvolvimento, e é nessa idade que são relacionados os últimos marcos do desenvolvimento infantil:

  • Sócio emocional: Discute gostos e interesses;
  • Linguagem: Forma grandes sentenças e conta histórias;
  • Cognição: Desenha formas geométricas, desenha pessoas com 2 partes do corpo, entende conceitos como igual e diferente;
  • Coordenação motora: Pula de um pé só, consegue manusear tesouras.
Exemplo de página do material de marcos do desenvolvimento infantil do CDC – link abaixo

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre os marcos e os possíveis atrasos no desenvolvimento infantil, clique aqui para acessar o manual traduzido do CDC – Center of National Disease dos Estados Unidos. Dos 2 meses até os 5 anos.

Que testes posso usar para saber os atrasos no desenvolvimento infantil?

Que testes posso usar para saber os atrasos no desenvolvimento infantil?

Como dissemos anteriormente, existem testes que são aplicados por especialistas para identificar atrasos no desenvolvimento infantil. Mas, quais são eles?

 IPO – Inventário Portage

O primeiro teste que selecionamos, é o  IPO – Inventário Portage, que é muito utilizado para identificar atrasos no desenvolvimento infantil e também para estimular uma aceleração no progresso e crescimento de crianças em idade de pré escola, ou seja, de 0-6 meses de idade.

Esse teste tem duas partes, uma que os pais respondem e outra que o terapeuta aplica atividades em consultório. Dessa forma , irão identificar como seus filhos, estão se comportando em determinados ambientes, como em casa, em locais públicos, na presença de adultos e de outras crianças, levando em conta 5 campos específicos: cognição, linguagem, autocuidado, socialização e desenvolvimento motor.

O teste é composto por 535 itens de avaliação, divididos da seguinte maneira: socialização (83 itens), cognição (108 itens); linguagem (99 itens); autocuidados (105 itens); desenvolvimento motor (140 itens).

Sendo que para cada faixa etária o profissional utilizará alguns questionários, não todos os 535 itens da avaliação.

PEP-R – Perfil Psicoeducacional Revisado

O PEP-R é mais um teste de avaliação das características do desenvolvimento infantil, que abrange, principalmente, crianças de idade pré-escolar, podendo chegar até os 7 anos de idade.

Atualmente ele tem uma nova versão, chamada PEP-3, porém ainda não foi devidamente validada e adaptada para o Brasil, alguns profissionais usam, de forma informal.

Esse teste aborda o funcionamento do desenvolvimento nas seguintes áreas: imitação, percepção, coordenação motora fina, coordenação motora grossa, integração olho-mão, desempenho cognitivo e cognitivo verbal.

Esse é um teste prático, ou seja, aplicado em um ambiente controlado, muitas vezes os consultórios do psicólogo. A avaliação consiste em 131 itens de desenvolvimento e 43 de comportamento, abordando os campos mencionados anteriormente.

O kit do PEP-R é composto por uma variedade de brinquedos e materiais pedagógicos que são mostrados para as crianças na forma de atividades estruturadas de jogo e brincadeiras. Para a avaliação, os psicólogos estimulam essas brincadeiras, observando e anotando as principais observações, que devem avaliar os 131 itens de desenvolvimento.

IDADI 

A IDADI é mais um teste de avaliação dos marcos do desenvolvimento infantil, justamente para verificar possíveis atrasos no desenvolvimento infantil. Ele é bem recente, foi lançado em Dezembro de 2020.

A avaliação é feita levando como base os seguintes conceitos:

  1. Cognitivo
  2. Socioemocional
  3. Comunicação e Linguagem Receptiva
  4. Comunicação e Linguagem Expressiva
  5. Motricidade Ampla
  6. Motricidade Fina
  7. Comportamento Adaptativo.

A avaliação consiste em uma conversa com os pais ou responsáveis, como uma entrevista, ministrada pelos profissionais responsáveis. Ainda, pode ser aplicado como forma de questionário autoadministrado, onde esses responsáveis respondem os questionamentos que englobam esses conceitos mencionados. 

Os resultados podem permitir uma série de avaliações, como comparação de pares, traçamento de perfis, descrição das habilidades que as crianças já possuem e ainda vão desenvolver, e observação de curvas de desenvolvimento, ou seja, permite estabelecer a trajetória de desenvolvimento das crianças com o passar do tempo.

Denver 2 

O Denver 2 é mais um teste prático para tentar identificar possíveis atrasos no desenvolvimento infantil. 

É um processo de triagem, que leva em consideração 4 características principais: pessoal social, motor-fino adaptativo, linguagem e motor grosso, sendo destinado a crianças de até 6 anos de idade.

É um teste rápido, que demora cerca de 20 minutos para ser finalizado. Para esse processo, é utilizado um manual de treinamento e técnico, folhas de resposta e kit do teste que consiste em diversos objetos e brinquedos, como bonecas, bolas de tênis, lápis, mamadeira, entre outros. 

São utilizados 125 itens avaliacionais nesse teste, em que, em cada item, é atribuído um escore: passou, falhou, recusou e sem oportunidade. Com isso, é possível avaliar da seguinte maneira o desenvolvimento infantil nessas crianças: avançado, normal, cautela ou atraso.

Todos esses testes devem ser aplicados por especialistas, que sabem como avaliar se existe ou não atrasos no desenvolvimento infantil. Muitas vezes, mesmo que haja algum atraso, ele pode ser leve, ou seja, não representar uma condição característica, como transtornos neurológicos.

Entretanto, os atrasos acentuados no desenvolvimento infantil podem significar a existência de transtornos importantes, como o autismo. 

Por isso, caso os pais observem e percebam que seus filhos não possuem marcos do desenvolvimento infantil muito acentuados, ou seja, bastante fora do padrão, é importante verificar o que pode estar acontecendo, até como uma forma de buscar estratégias e ideias de como estimular o desenvolvimento de seus filhos.

Como escolher o teste de avaliação do desenvolvimento infantil?

Como escolher o teste de avaliação do desenvolvimento infantil?

A escolha de qual teste de avaliação para identificar atrasos no desenvolvimento infantil é “pessoal”. Cada psicólogo pode se identificar melhor com um teste ou outro. Depende bastante da demanda que o seu paciente traz também, se ele dá conta de realizar as atividades em consultório ou se somente o relato dos pais é uma opção mais adequada nesse primeiro momento.


Dessa maneira, escolha o que você mais se identifique, e converse com outros psicólogos que utilizam esse mesmo teste para entender mais e ver de que maneira você pode aplicar esses testes em suas sessões.

Eu, particularmente, gosto muito do do PEP-R e do Portage, sendo os dois testes que mais utilizo em meus atendimentos infantis. 


A partir deles, consigo traçar algumas metas para os pacientes que apresentam atrasos no desenvolvimento infantil, justamente para tentar acelerar esse processo. 

E os pais?

E os pais?

A participação dos pais nesses processos de avaliação é fundamental para obter resultados conclusivos e, ao mesmo tempo, para ajudar na estimulação das crianças, já que eles passarão a grande maioria do tempo com elas.

Por isso, é fundamental orientar os pais sobre os testes de avaliação que serão utilizados no tratamento, explicando como eles funcionam, de que forma os pais participam deste processo, etc.

Ainda, é importante orientar os pais a colocarem seus filhos nas escolas, para que elas possam, mais rapidamente, iniciar o processo de aprendizagem e convivência escolar, já que isso aumenta a estimulação e exploração diária com a socialização e aprendizados escolares.

Conclusão

Identificar possíveis atrasos no desenvolvimento infantil pode ser muito importante, pois pode determinar condições importantes no desenvolvimento das crianças. Ainda, esses testes podem ajudar no estímulo, para que as crianças acelerem esse processo de desenvolvimento. 
E para mais novidades diariamente, me siga no instagram: Paulinhapsicoinfantil ou dê uma olhada nos meus outros conteúdos do Blog.

Compartilhe esse conteúdo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário

Conteúdos que você também pode gostar