Consultório de psicologia em casa: Vale a pena?

Consultório de psicologia em casa: Vale a pena?
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área todos os dias aqui e em minhas redes sociais.

Com a pandemia do novo coronavírus, muitas práticas profissionais tiveram que se adaptar. Os psicólogos e terapeutas não ficaram de fora: grande parte deles passaram a realizar somente consultas online, improvisando um consultório de psicologia em casa.

Se, antes da pandemia, ter um consultório dedicado exclusivamente à realização de consultas era a regra, hoje em dia, existem dúvidas quanto à necessidade de um local como este, principalmente por parte dos psicólogos e terapeutas recém formados.

Existem diversos fatores que determinam se o atendimento presencial pode ser substituído pelo digital sem que a terapia seja prejudicada. Portanto, para explicar as vantagens e desvantagens de um consultório de psicologia em casa e em quais casos ele é mais adequado, preparei este artigo. Confira a seguir:

Quando vale a pena ter consultório de psicologia em casa?

Quando vale a pena ter consultório de psicologia em casa?

Existem muitos casos em que o atendimento na modalidade online pode funcionar tão bem quanto o atendimento presencial. É válido lembrar que o próprio Conselho Federal de Psicologia (CFP) prevê esta prática: a resolução de número 011/2018 autoriza a realização de consultas, atendimentos e aplicações de testes de forma digital, seja ela feita em tempo real ou através de mensagens, e-mail, ligação telefônica, etc. A única exigência é que o profissional faça o cadastro na plataforma E-Psi do CFP.

Dito isso, você terá que analisar os seus métodos e cada paciente isoladamente para determinar se o atendimento digital do seu consultório de psicologia em casa será proveitoso. Existem casos em que a flexibilidade deste tipo de atendimento pode, inclusive, trazer vantagens: por exemplo, quando pacientes precisam se deslocar grandes distâncias para a consulta ou quando existem conflitos de horário.

O atendimento online não é a única opção para um consultório de psicologia em casa: também é possível receber pacientes na sua casa, já que o CFP não possui uma legislação que o impeça. Tudo vai depender de cada caso. Por outro lado, existem pacientes e circunstâncias que pedem certas exigências, o que nos leva ao segundo tópico:

Quando não vale?

Quando não vale?

Não são todos os pacientes que podem ser tratados eficientemente de forma remota ou no seu consultório de psicologia em casa. Este é o caso das crianças, por exemplo. Muitas delas terão dificuldade em criar qualquer tipo de relação com o terapeuta se o único contato entre eles for através de uma tela. Além disso, são muitos os tratamentos que exigem atividades lúdicas, como brinquedos e desenhos que só são possíveis em uma sala de consulta devidamente equipada. Apesar disso, o atendimento infantil online não é impossível. Preparei um artigo inteiramente dedicado a este assunto: basta acessar aqui.

Este desafio não se limita apenas às crianças. Existem muitos pacientes adultos que, devido a diversas razões, não conseguem se expressar em uma ligação online da maneira que conseguiriam presencialmente. Além de também existirem métodos de tratamento que envolvem equipamentos que podem não ter no seu consultório de psicologia em casa. Reforçando novamente: cada caso deve ser analisado individualmente.

Alternativas

Alternativas

Vamos supor que você estudou todas as suas possibilidades e, considerando os seus métodos, abordagens e pacientes, você chegou à conclusão de que abrir um consultório é o seu próximo passo. Porém, principalmente se você estiver no começo da carreira, isso pode ser um pouco desafiador.

Não desanime! Existem algumas alternativas temporárias até que você se sinta confortável para abrir o seu próprio consultório.

Uma das suas opções é alugar salas para fazer as suas consultas. Nesse caso, você aluga o local apenas durante os dias ou horários em que marcou atendimentos.

Outra alternativa muito comum é dividir um consultório com um ou mais profissionais. Essa estratégia pode ser bem vinda financeiramente, já que as contas relacionadas ao imóvel serão compartilhadas. Além disso, dividir o consultório pode colocá-lo em contato com outros psicólogos e terapeutas, o que pode resultar em trocas mútuas de conhecimento e recomendações.

Por fim, uma outra opção é realizar atendimentos na casa dos pacientes. Isso pode ser mais conveniente em, por exemplo, tratamentos de crianças, pelo fato de se sentirem mais à vontade em um ambiente familiar do que em um consultório.

Vale lembrar que esta última opção deve ser utilizada provisoriamente ou apenas em situações especiais. Afinal, ter um consultório para os atendimentos passa mais credibilidade e, em alguns casos, isso pode influenciar na confiança que o paciente sente em relação a você.

Lados negativos de ter um consultório

É difícil abrir um consultório? Não é difícil, mas é um processo que exige muita organização, sobretudo, se for um consultório exclusivo.

O primeiro passo é ter um bom planejamento financeiro. Assim como qualquer negócio, você deve estar atento a todos os gastos, como contas de internet, energia, água e aluguel. Além do imóvel em si, você terá que separar uma quantia para mobiliar o consultório com todos os objetos necessários, como cadeiras, mesas, sofás, ar condicionado, brinquedos, aparelhos, computadores, etc. E, dependendo do tamanho do local, também será preciso contratar profissionais de limpeza e recepcionista.

Outro ponto importante é escolher bem a localização do consultório. Se você já tem uma base considerável de clientes, considere um local não muito longe das suas casas, para que a viagem não seja um problema.

Outra sugestão valiosa é estudar e investir em marketing. O campo da psicologia é muito concorrido, por isso, é fundamental trabalhar na divulgação do seu trabalho. Uma boa estratégia é fazer bom uso das redes sociais, como o Instagram, por exemplo.

Estas foram apenas algumas das medidas que podem ser tomadas para abrir um consultório de psicologia em casa ou em outro local. Se você é um terapeuta que quer aprender mais sobre como administrar um consultório dedicado ao atendimento infantil: entre já na lista de espera do PsicoPlano Infantil! Preparei este curso tanto para estagiários quanto para recém formados que desejam ampliar seus conhecimentos práticos, aprendendo várias técnicas de como realizar a gestão do seu consultório e aumentar o seu faturamento. 
Você gostou do nosso conteúdo sobre áreas de atuação do terapeuta ocupacional? Você já viu o meu instagram? Lá eu publico dicas DIARIAMENTE de graça! Venha conferir.

Compartilhe esse conteúdo
WhatsApp
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Conteúdos que você também pode gostar
Calandar (2)
17 de abril de 2024
Tornar-se um especialista em psicologia...
Calandar (2)
11 de abril de 2024
Abrir um consultório de psicologia...
Calandar (2)
7 de abril de 2024
Planejar uma consulta de psicologia...
Calandar (2)
3 de abril de 2024
A busca por especialização em...
Calandar (2)
28 de fevereiro de 2024
A intervenção de qualquer transtorno...
Calandar (2)
27 de janeiro de 2024
A prática da psicologia infantil...
Calandar (2)
25 de janeiro de 2024
A Psicologia Infantil desempenha um...
Calandar (2)
21 de janeiro de 2024
O desenvolvimento emocional e cognitivo...

Newsletter: Receba Notícias e Conteúdos

Receba as novidades do mundo da Terapia Infantil toda semana!

Jornada Terapeuta Infantil de Sucesso

Aprenda a se desenvolver mais como terapeuta infantil, como lotar sua agenda e fazer a gestão do seu consultório do zero.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Digite o que procura abaixo