Estudante de psicologia: 5 dicas do que fazer desde já

estudante de psicologia
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área. Quer conversar comigo? Só deixar um comentário no final do conteúdo.

Muitos dos psicólogos que se formam têm dificuldades em encontrar um caminho inicial, entender os primeiros passos do processo de consultório e do atendimento. As preocupações do estudante de psicologia começam a surgir já durante o período de estudos, e muitas vezes essa tensão pode ser prejudicial de diversas formas.

Entretanto, é importante entender que é bem comum se sentir perdido, tendo dificuldades em entender o que fazer para conseguir entrar no mercado de trabalho e conseguir seguir uma carreira sólida nesta área. Eu também me senti assim enquanto estava cursando psicologia, acredito que realmente faz parte do processo.

Então para ajudar os estudantes a superar as dificuldades do estudante de psicologia, selecionei 5 dicas que podem ser fundamentais e que você pode aplicar na sua vida desde já. 


1. Seguir profissionais no Instagram

instagram de estudante de psicologia

A primeira dica naturalmente está relacionada ao que mais movimenta as áreas de trabalho atualmente, incluindo o setor da psicologia, que são as redes sociais. Para o campo da psicologia, o destaque principal é o Instagram, que é uma ferramenta cada vez mais importante para terapeutas que querem alavancar seus negócios.

Nesse sentido, o Instagram é uma rede social repleta de psicólogos, que atendem desde crianças até adultos e de diversas abordagens e metodologias diferentes. Nessa plataforma os psicólogos apresentam seu modo de trabalhar, publicam conteúdos de valor, interagem com os usuários e clientes, fazem lives, trabalhos cooperativos, entre outras atividades importantes.

Dessa maneira, um primeiro passo para que o estudante de psicologia comece a nortear um caminho mais certeiro é seguir o Instagram de psicólogos. É fundamental que exista uma variação de perfis visualizados e seguidos, justamente para não ficar preso a uma maneira específica de trabalho nessa rede social ou de um método de atendimento particular desse profissional.

Seguindo esses profissionais naturalmente você entenderá de que maneira eles estão utilizando o Instagram a seu favor, como que eles estão conseguindo expandir seus negócios, seja lotando a agenda, vendendo cursos, trabalhando com palestras, entre outros.

Claro, com a variedade de perfis que o estudante de psicologia seguirá, certamente ele terá maior facilidade em se identificar com um ou mais profissionais que trabalham com temas de interesse do estudante. Identificando quais desses perfis geram interesse e que ele se identifica, podemos seguir para a próxima dica.

Além disso, você pode entrar em contato com esses profissionais e pedir mais informações sobre a atuação deles, ou até mesmo uma supervisão com o profissisonal que você se identifica, pedindo ajuda nesse processo inicial.

2. Procurar estágios

estudante de psicologia estagiando

Uma etapa fundamental durante a fase da faculdade são os estágios. Os estágios são fundamentais para preparar o estudante de psicologia para entrar no mercado de trabalho já com uma certa experiência. 

Em muitas das universidades o estágio é inclusive obrigatório, mas é importante que o estudante busque essa experiência quantas vezes conseguir. Então, para além do esta´gio obrigatório, eu recomendo que você tente encaixar estágios durante a sua formação, mesmo que atrase o seu tempo de formação, saiba que o estágio é uma oportunidade incrível de aprendizado e também de networking.

Dessa maneira, depois de você estudar e ter visto quais perfis de Instagram de psicologia te chamaram mais atenção e que tem mais a ver com a abordagem que o estudante de psicologia deseja utilizar no seu atendimento, é interessante buscar estágios nessas áreas que você se identificou. 

A recomendação é que você busque e faça o máximo de estágios que conseguir. Dessa forma, certamente você estará muito mais preparado para quando terminar a universidade, possuindo a experiência necessária para começar a atender por conta própria.

Justamente por conta dessa experiência que o estágio pode prover para o estudante de psicologia, é interessante buscar estágios que te façam crescer e que sejam da área do interesse. 


3. Ser proativo e fazer networking

pessoas fazendo networking

Outra dica importante para que o estudante de psicologia consiga diminuir seus medos e pensamentos negativos em relação ao que fazer quando terminar a faculdade, é que ele seja proativo. Mas de que maneira?

Bom, para que você tenha sucesso em qualquer área é fundamental que você não fique parado no lugar esperando que as coisas aconteçam para você. Ser proativo significa correr atrás, buscar conhecimentos e entender de que maneira você pode ter sucesso no seu campo de atuação.

Para o estudante de psicologia, essa proatividade deve ser efusiva, mediante principalmente ao acúmulo de conhecimento das áreas que você deseja seguir.

Nesse sentido, é interessante que você busque profissionais formados, pergunte para eles o máximo possível, tire suas dúvidas e agregue conhecimento. Pode pedir para participar de uma sessão, verificando como funciona esse processo, também é uma parte fundamental desse entendimento. 

Eu falo muito no meu instagram sobre sermos “pauletes”, ou seja, cara de pau mesmo, ir e pedir, mandar mensagem, e-mail, tentar… a gente já tem o “não”, temos que tentar ir além. Eu já consegui algumas bolsas de estudos com essa forma “paulete” de ser, e muitos contatos de profissionais renomados fazendo com que conhecessem o meu trabalho também.

Para agregar ainda mais conhecimento, o estudante de psicologia pode buscar palestras, cursos adicionais, grupos de estudo, entre outras áreas que ajudam a ampliar ainda mais as ideias sobre o mercado de trabalho e a área de interesse do estudante.

Todo esse contato, tanto com profissionais formados, colegas mais experientes, palestrantes e professores, é fundamental para que você consiga manter um Networking interessante. Esse networking pode te ajudar a aumentar o conhecimento da sua área e também a abrir novos caminhos quando você terminar a sua faculdade.

4. Aprenda inglês

estudante aprendendo inglês

A nossa dica número 4 é simples: aprenda inglês e se especialize nessa língua. Mesmo que você não tenha a pretensão de atender pacientes estrangeiros, que saibam apenas se comunicar em inglês, é fundamental que você aprenda essa língua. Mas por que?

O inglês hoje é uma língua universal. Atualmente, muitas das novas metodologias são de fora e não são traduzidas para o português. 

Dessa maneira, para que o estudante de psicologia consiga agregar todo o conhecimento que ele encontra no caminho e se diferenciar, o que ajuda a lotar a agenda,  é fundamental que ele aprenda o inglês para facilitar o acesso a esses estudos e métodos que são essenciais para o trabalho terapêutico. 


5. Estude fora da faculdade

mulheres estudando fora da faculdade

Para finalizar, é fundamental que você não se limite apenas à faculdade. Sabemos que a universidade é um período essencial para a formação do profissional de psicologia. São, em média, 5 a 6 anos de estudos intensos, emergindo em diferentes áreas e conhecimentos distintos.

Entretanto, para ter sucesso nessa área que é tão concorrida, se diferenciando dos profissionais que aplicam métodos semelhantes ao seu, é essencial que você busque cursos complementares e estudos que sejam realizados fora da faculdade.

Atualmente, por conta do boom dos meios digitais, as possibilidades de cursos online aumentaram consideravelmente. Dessa forma, certamente você encontrará cursos que te ajudem a encontrar um caminho mais certeiro para a sua área e, consequentemente, a entrar no mercado de trabalho com mais qualidade.


Dica bônus: Faça o Psicoplano Infantil

Uma dica bônus que selecionamos para o estudante de psicologia infantil é em relação ao curso do Psicoplano infantil. Esse curso que desenvolvemos tem tudo, desde aulas para estudantes, como abrir um escritório e, para quem quer seguir a área infantil, tem toda uma metodologia específica e detalhada, repletas de aulas bônus que certamente irão te ajudar nessa trajetória.


Conclusão

Como vimos, o caminho do estudante de psicologia nem sempre é fácil. Entretanto, existem uma série de caminhos que podem ser seguidos que facilitarão esse processo, ajudando o estudante a conseguir caminhos mais certeiros para entrar no mercado de trabalho com conhecimentos que certamente farão a diferença.

E para mais novidades diariamente, me siga no Instagram: Paulinhapsicoinfantil ou dê uma olhada nos meus outros conteúdos do Blog.

Compartilhe esse conteúdo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário

Conteúdos que você também pode gostar