O que faz um tutor infantil, ou acompanhante terapêutico?

O que faz um tutor infantil, ou acompanhante terapêutico?
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área todos os dias aqui e em minhas redes sociais.

Muitas crianças precisam de cuidados especiais durante sua fase de desenvolvimento, por diversos motivos. Crianças com atraso no desenvolvimento, com TEA (Transtorno do Espectro Autista) ou outros transtornos, por exemplo, podem precisar de atendimento profissional, tanto em consultório com terapeutas, mas também em casa e nas escolas, com o auxílio de um tutor infantil ou acompanhante terapêutico.

Dessa maneira, tutor infantil, mediador e acompanhante terapêutico são apenas nomes diferentes para profissionais que executam as mesmas funções: a de acompanhar o processo de aprendizado das crianças que possuem deficiência, transtornos ou dificuldades de aprendizagem.

Nesse artigo, veremos mais a fundo como funciona o trabalho de um tutor infantil dentro desses espaços, explicando como eles devem se portar dentro da casa de seus “acompanhados”, nas escolas, como os pais conseguem encontrar esses profissionais e, para finalizar, quem pode cumprir essa função.

Qual é o trabalho do tutor na escola?

Qual é o trabalho do tutor na escola?

A escola é um espaço fundamental para o aprendizado de qualquer criança. É muito comum, por exemplo, que as crianças passem mais tempo nas escolas do que em suas próprias casas ou em outros espaços.

Dessa forma, o tutor infantil tem exatamente o papel de mediar esse aluno em sala de aula.

Claro, as funções de um tutor infantil podem variar de acordo com o contexto que ele está inserido e também as regras da escola e da família. Se esse profissional for contratado para auxiliar os professores dentro de uma sala de aula, sem um contato específico com algum aluno, sua função é facilitar e trabalhar juntamente com os alunos que possuem certas dificuldades no aprendizado.

A partir disso, o acompanhante terapêutico deve auxiliar o aluno durante as aulas, sentando ao lado dessas crianças, tirando dúvidas, se comunicando e intervindo quando necessário para que o aluno consiga absorver o máximo de informações possível. Em outros casos, pode ser ministrado aulas de reforço em horários fora da sala de aula, na sala de recursos, ajudando ainda mais a capacitar esse aluno que precisa desse auxílio.

Qual é o trabalho do tutor em casa?

Qual é o trabalho do tutor em casa?

O tutor infantil poderá ter um trabalho com o paciente dentro de casa também. O objetivo pode variar de acordo com a equipe terapêutica da criança. Por exemplo, existes tutores que seguem um programa criado pela equipe terapêutica em casa, e outros que irão apenas auxiliar o paciente mediando suas relações sociais com os pares.

Ou ainda, auxiliar o aluno a realizar as tarefas da escola em casa, adaptando atividades e ajudando o aluno a ser mais independente em suas tarefas.

Tutor não é babá

Tutor infantil não é babá

É importante compreender que o papel do tutor é direcionado ao aprendizado, se diferenciando totalmente do trabalho de uma babá, por exemplo. 

Quando os pais contrataram um tutor infantil, eles não estão buscando alguém que cuide de seus filhos irrestritamente enquanto eles estão no trabalho ou em algum momento de lazer. Esse papel é direcionado a profissionais específicos que trabalham como babá.

Nesse sentido, o tutor infantil tem o papel de intervir apenas durante o processo de aprendizado ou estimulação precoce. Como dissemos anteriormente, o tutor infantil interfere no estudo do aluno dentro de sua residência quando as aulas são realizadas a distância, como no sistema EAD, ou quando as aulas são particulares, dentro da própria casa dos alunos.

Quem pode ser tutor?

Quem pode ser tutor?

A profissão de tutor infantil ou assistente terapêutico é muito importante para que os alunos com dificuldades no aprendizado consigam amenizar essas incertezas e encontrem caminhos mais certeiros durante sua vida escolar. Mas quem pode exercer essa profissão?

Bom, pode parecer que é necessário uma formação específica para esse tipo de trabalho, mas esse é um campo amplo. É possível se tornar um tutor infantil com a formação de psicólogo ou de pedagogo, por exemplo. Ambos os cursos possibilitam que esses profissionais exerçam essa função, visto que engloba o acompanhamento e o ensino mais próximo das crianças.

Mas, também é possível se tornar um tutor infantil ainda durante o período da faculdade. Uma das possibilidades de estágio de ambas as áreas, psicologia e pedagogia, é a de acompanhante terapêutico.

Nesse caso, o aluno estagiário recebe uma supervisão especializada de um professor que fica responsável por orientar e verificar se o trabalho está sendo executado da maneira adequada. A ideia é que o aluno tutorado apresente evolução significativa durante o período do estágio para determinar que o trabalho está sendo bem feito.

Onde os pais encontram tutores?

Onde os pais encontram tutores?

Assim como qualquer serviço, o trabalho de tutor infantil pode ser encontrado de diferentes formas. Como o mundo está vivendo a era da internet, um caminho mais simples é pesquisar em sites de pesquisa ou em redes sociais de profissionais que trabalham nessa profissão. O contato pode ser feito diretamente através dessas redes ou mediante telefone, que normalmente é disponibilizado pelo profissional.

Naturalmente os pais também podem procurar por um caminho mais direto, ou seja, indo até clínicas especializadas em acompanhamento terapêutico para disponibilizar um profissional específico para as necessidades dos pais em relação aos seus filhos.

Esse caminho ocorre bastante quando é a escola que contrata, visto que, existe uma maior segurança de que o trabalho será executado da melhor maneira possível. A clínica que contrata e trabalha com o profissional tutor infantil tem seu nome vinculado a este contrato, o que torna mais difícil a ocorrência de trabalhos enganosos.

Conclusão

Como vimos, o tutor infantil é um profissional que fica responsável por dar suporte aos professores durante as aulas, seja no sistema presencial ou a distância. Esse tutor deve ficar responsável pelas crianças que precisam de apoio durante o aprendizado escolar.

Quer ficar por dentro do mundo da psicologia infantil? Então me siga no instagram!

Compartilhe esse conteúdo
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Conteúdos que você também pode gostar
Calandar (2)
12 de agosto de 2022
Existem casos de crianças que...
Calandar (2)
7 de agosto de 2022
Provavelmente você conhece alguma criança...
Calandar (2)
2 de agosto de 2022
Quando se descobre que é...
Calandar (2)
1 de agosto de 2022
Em tempos de redes sociais...
Calandar (2)
27 de julho de 2022
Em países como o Brasil,...
Calandar (2)
11 de julho de 2022
Antes de começar a explicar...

Newsletter: Receba Notícias e Conteúdos

Receba as novidades do mundo da Terapia Infantil toda semana!

Digite o que procura abaixo