O que são estereotipias?

o que são estereotipias
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área. Quer conversar comigo? Só deixar um comentário no final do conteúdo.
o que são estereotipias?

Tradução do texto original* (https://neurodiversityismagic.wordpress.com/2015/11/07/why-autistic-people-stim/)

“Porque pessoas do espectro do autismo tem estereotipias? O que são estereotipias?

Há muitas razões pelas quais as pessoas autistas podem se envolver em comportamentos de auto-estimulação. Neste post, vou discutir algumas das principais razões para as pessoas autistas estereotiparem, e vocês entenderão melhor o que são estereotipias.

Para entender o que são estereotipias, leia esses relatos:

1) A hipersensibilidade a estímulos sensoriais

Ashley acorda às 8:30 da manhã, e está cego pela luz brilhante que brilha através da janela. Quando ela começa a escovar os dentes, ela quase vomita com o gosto do creme dental. Ela liga o chuveiro, e entra. Ela sente a água do chuveiro como agulhas, então ela morde o braço dela. Ela se veste e começa a sair pela porta. Ela está caminhando para o ponto de ônibus e começa a cantarolar para si mesma para bloquear o som do latido do cão do outro lado da rua.

Ela chega para a aula, mas é difícil se concentrar, porque as luzes são muito brilhantes, a pessoa sentada ao lado dela cheira mal, e a sensação do elástico da calça parece arranhar seu corpo, então ela bate seu lápis repetidamente para bloquear tudo. Quando a aula acaba, ela entra novamente no ônibus para ir para casa. O ônibus é muito cheio e com muitos barulhos. É muito estímulo!! Ela não aguenta mais, então ela se movimenta para frente e para trás com o corpo e chora até chegar em casa.

O que são estereotipias?

Muitos dos meus amigos que são hipersensíveis aos estímulos usam os movimentos repetitivos como uma maneira de bloquear esses ataques sensoriais invasivos. Quando você é hipersensível, o som de uma sirene se movendo pode ser extremamente doloroso, um leve toque pode sentir como agulhas espetando você, a sua nova meia pode parecer que há uma pedra no seu sapato, e luzes fluorescentes são o suficiente para dar-lhe uma enxaqueca.

Para aqueles que são hipersensíveis, o mundo pode parecer como um lugar assustador e imprevisível. Eles muitas vezes sofrem de intensa ansiedade sobre como e onde a próxima sensação será sentida. A ansiedade pode ser tão intensa e avassaladora que eles desenvolvem depressão crônica e PTSD* (stress pós traumático). As estereotipias são extremamente importantes para aqueles que são hipersensíveis porque às vezes é a única maneira de evitar um colapso. A estereotipia é verdadeiramente a sua tábua de salvação.

Com esse primeiro relato vocês conseguem entender melhor o que são estereotipias, certo? Porém os perfis sensoriais podem ser diferentes em crianças autistas, leia mais aqui nesse texto.

o que são estereotipias?

2) Hipo-sensibilidade a estímulos sensoriais

O que são estereotipias?

Ao contrário de muitas pessoas autistas, estou hipo-sensível, não hiper-sensível. O que quero dizer com hipo-sensível? Sensações são algo que todos os seres humanos anseiam. Nós desfrutamos de comidas deliciosas. Nós gostamos de música. Nós desfrutamos de iluminações acolhedoras. Nós gostamos de roupas finas. No entanto, as pessoas HIPO sensíveis precisam de muito mais estímulos para se sentir satisfeitos e calmos em seus ambientes.

Crianças Hipo-sensíveis / adultos freqüentemente tem um olhar desorientado. Sempre que as pessoas neurotípicas percebem formas, vemos apenas contornos. Sempre que as pessoas ouvem a fala, ouvimos uma onda acústica suave e indecifrável. Nós muitas vezes parecemos agressivos – com nossas mordidas e toques, enquanto nós simplesmente desejamos, anseamos, as sensações … assim como todos os seres humanos; só que é muito mais forte.

Eu acordo às 8:30 da manhã, meu corpo se sente como uma flacidez, mole. Eu não posso sentir meus pés, ou meus braços, ou pernas, ou qualquer coisa. Levanto-me e minhas pernas parecem um espaguete, mas consigo caminhar para fora da sala de estar. Uma vez que eu chego à sala de estar, o furacão começa. Eu corro tão rápido quanto eu posso para o sofá … .Eu salto e me jogo no chão.

Eu giro ao redor e ao redor e ao redor. Eu salto tão alto quanto posso no meu trampolim. Eu pego o controle remoto e ligo a TV e fico olhando as imagens até que meus olhos ficam vendo imagem borrada. Mas não é o suficiente … Eu ainda não consigo sentir meu corpo. Eu salto para cima e para baixo e bato minhas mãos, até que, de repente … Eu posso sentir meu corpo! Meu corpo agora se sente “certo”. Três horas mais tarde, eu não consigo mais sentir meu corpo, então o furacão vem correndo de volta!

o que são estereotipias?

O que são estereotipias?

Antes eu era capaz de me comunicar, ninguém entende por que eu me envolvo neste comportamento. As pessoas pensam que era sem significado, sem sentido e que eu era apenas “em meu próprio mundo”. Eu queria gritar e gritar que eu fiz essas coisas porque eu precisava, não porque eu queria. Muitas vezes eu gostaria de dizer que o meu corpo precisa para sair do controle para permanecer no controle.

Isso pode ser confuso, mas é a verdade. As pessoas vêem esse comportamento selvagem e estranho e pensam “ela está fora de controle”. Mas meu corpo não percebe isso como sendo “fora de controle”, porque isso é simplesmente a quantidade de estímulo que eu preciso. Desde que meu cérebro está ligado de forma diferente em relação à entrada sensorial, experimento entrada sensorial diferente. Muitas vezes eu não posso sentir partes do meu corpo até eu receber estímulo suficiente. Por exemplo, se eu estou no meio da digitação e minha mão começa a perder a sensação, o que eu faço, muitas vezes, é bater os dedos descontroladamente até que eu começo a senti-los de volta. Mas afinal, o que são estereotipias?

É difícil fazer qualquer coisa quando você não pode sentir seu próprio corpo. Outro exemplo é quando eu começo a perder o foco. Às vezes não consigo me concentrar, porque eu não estou recebendo estímulos sensoriais suficiente. Eu muitas vezes preciso me levantar e andar para trás e para a frente até que eu recupero o foco. Então, quando as pessoas dizem que as estereotipias inibem aprendizagem, muitas vezes é o oposto, estereotipias aumentam o aprender! A estereotipia é o que nos ajuda a ser capaz de “funcionar” em um corpo que nunca realmente recebe entrada sensorial suficiente do mundo exterior.

Agora temos o último relato para entender o que são estereotipias no autismo, e todas poderão te ajudar a entender melhor seu filho e seus pacientes:

3) Para comunicar frustração e / ou dor

As pessoas autistas que são não-verbais ou perdem a fala quando frustrados ou com dor muitas vezes se envolvem em comportamentos prejudiciais para que os outros saibam que há algo realmente errado. Pode ser absolutamente irritante ver que ninguém está escutando suas necessidades. Devido à incapacidade dos autistas para comunicar exatamente o que eles estão passando, eles às vezes se envolvem em comportamentos auto-agressivos que acreditam que alguém possa finalmente ouvir. Quando você tem um amigo, paciente, ou a criança que se envolve em comportamentos auto-agressivos, posso garantir que eles não estão fazendo isso “sem motivo”. Então, quando pensamos na pergunta d o que são estereotipias, temos que olhar para essas questões também.

Isto é quando você tem que se tornar um detetive e descobrir o que está causando o seu filho a auto-ferir. Isso pode ser uma afirmação ousada, mas a maneira como você trata seu filho pode causar-lhes a auto-ferir. Se você como um pai estão constantemente referindo-se a seu filho como um fardo, e considerar o autismo pior que a morte … então você pode esperar o seu filho a odiar a si mesmos. Se você aceitar o seu filho desde o primeiro dia e se concentra em seus pontos fortes e faz com que consigam amar a si mesmos, então eles vão.

Importante demais esse tema né, temos mais um final da tradução desse texto para entender o que são estereotipias:

4) É calmante e / ou incrivelmente agradável para nós

o que são estereotipias?

Cada ser humano tem coisas que eles gostam. As pessoas autistas não são diferentes; é só que às vezes o que eles consideram agradável ou calmante é radicalmente diferente do que os outros consideram agradável e calmante. Para mim, eu realmente gosto de assistir as esferas balançando de berço do meu Newton. Eu poderia passar horas observando as bolas ir e voltar. Eu também adoro balançar … não há nada parecido com isso. Quando eu estou balançando, eu fecho meus olhos e imagino que estou sendo lançado para o espaço exterior. O vento no meu rosto se sente como o sopro de Deus. Muitas vezes eu gosto de pensar que as pessoas autistas apreciam as coisas verdadeiramente belas que ninguém enxerga.

O que são estereotipias?

NOTA: A única vez que eu acho que realmente precisa parar uma estereotipia é quando ela coloca você ou a pessoa autista em perigo imediato, caso contrário, as estereotipias são tão naturais como o ar que respiramos.”

Com esse texto acredito que vocês conseguiram entender melhor o que são estereotipias e como você pode ajudar seu filho e seu paciente. A melhor forma é compreender que as estereotipias são uma forma de auto regulação emocional e/ou sensorial. Então elas não devem ser bloqueadas.

TRADUÇÃO: Paula G. Kopruszinski

O que são estereotipias? Por que autistas fazem estereotipias?

o que são estereotipias?

Uma informação importante sobre o que são estereotipias, é a tradução direta pro inglês, que muitos autistas preferem a tradução direta de STIMS. Então saibam que estereotipias também podem ser chamadas de STIMS. É a mesma coisa.

Espero que esse texto tenha ajudado vocês a entenderem o que são estereotipias, me conta mais nos comentários o que vocês acharam e se fez sentido para vocês esses relatos.

Para entender mais sobre o que são estereotipias, leia esse texto também: Para que servem as estereotipias?

Fonte: https://neurodiversityismagic.wordpress.com/2015/11/07/why-autistic-people-stim/

Compartilhe esse conteúdo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário

Conteúdos que você também pode gostar