“Cada criança tem seu tempo”

Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área. Quer conversar comigo? Só deixar um comentário no final do conteúdo.

Cada criança tem seu tempo… será mesmo que é assim?

A história:

Dinossauro com raiva

Tia Paulinha ficou pistola com um post recente em um grupo aí. Simplesmente porque a maioria das recomendações era “cada criança tem seu tempo, não se preocupe”.

A história: uma mãe relata que seu filho perdeu habilidades, não responde quando chamado, tinha aprendido a falar e agora não fala mais nada. A mãe foi no pediatra, na fono e no neuro e adivinha? “Cada criança tem seu tempo mãezinha”
“Antes dos 2 anos não é considerado atraso na fala”

Quem entende de autismo sabe que, nesse relato, a mãe fala sobre dois sinais que PODEM ser autismo. Ou seja, precisaria SIM investigar com médicos especializados.
E aí a mãe vai, segue o instinto e vai nos médicos. E ELES NÃO ENCAMINHAM PARA ESPECIALISTAS. Apenas voltamos no “não se preocupe, ele é esperto, cada criança tem seu tempo”.

E aí ela veio pedir ajuda em um grupo no face, e as pessoas falando o que? CADA CRIANÇA TEM SEU TEMPO. De novo!?!?!?

Atualizando que ficou pior: tem gente na postagem falando que é PREGUIÇA DO MENINO. Sim, que ele tem PREGUIÇA de falar!!!!!

Esse assunto é muito sério! Estamos falando sobre desenvolvimento infantil, e é por isso que existem os marcos no desenvolvimento, para ficarmos atentos aos atrasos. 

Cada criança tem seu tempo? NÃO!

Tia Paulinha explica melhor:

😡😡😡O QUÊ?

Não, não, não e não!!!

Eu entendo que essa frase “cada criança tem seu tempo” foi criada pra tentar acalmar o coração das mães preocupadas.

Eu também entendo quando estamos falando sobre aprendizado e o tempo de processamento de cada criança na sua forma de aprender, tudo bem. Mas não é sobre isso esse post, é sobre o tempo perdido que mães vivem porque algum médico diz ” cada criança tem seu tempo”.

Mas saibam: se tem uma mãe preocupada com algum aspecto no desenvolvimento de seu próprio filho. Ela sabe, ela já sabe que algo não está “normal”. Ela já entendeu que tem alguma coisa ali que não é esperada, que está diferente, usar essa frase só vai fazer com que ela NÃO ACREDITE EM SEUS PRÓPRIOS INSTINTOS MATERNOS.

“Cada criança tem seu tempo” – não, elas precisam seguir os marcos do desenvolvimento

Eu já perdi as contas de quantas vezes eu ouvi a seguinte história no consultório:
“É Paulinha, eu achava que tinha algo estranho, ele não respondia quando eu chamava, ele ainda não falava enquanto todos os outros primos já, eu comecei a achar estranho e falei para meu (marido, mãe, pai, avós) e todos falaram que eu estava procurando problema. Até que eu perguntei pro pediatra né, ele também disse que não tinha nada de errado, ele disse que CADA CRIANÇA TEM SEU TEMPO e que só consideram atraso na fala mesmo depois dos dois anos, aí eu desisti de procurar, achei que eu estava ficando louca mesmo”

Vocês tem nooooooção? E todas elas, depois de algum tempo realmente descobriram que seus filhos eram autistas, ou seja, elas sabiam desde o primeiro momento, mas as pessoas em volta fizeram essa mãe desacreditar nela mesma. Já viram esse filme acontecer em outros locais?
Mulheres em seus ambientes de trabalho?
Mães em suas próprias casas?

Por que a gente tem tanta dificuldade em ouvir a voz das mulheres e seus instintos? Se tem uma frase comum que funciona, é clichê e é 100% verdadeira é: “Mãe sempre sabe”.
SEMPRE sabe.

Check list dos marcos do desenvolvimento importa

Se você DESCONFIA que tem algo diferente com seu filho, NÃO espere o tempo passar pra ver, vá em busca de um médico especialista na área do que você está observando- é atraso na fala? É algum comportamento repetitivo? São espasmos? Olhar perdido? Choro ou risadas excessivas antes de dormir? Não espere ouvir mais uma vez a frase “cada criança tem seu tempo”, pegue seu filho e vá em busca de informação com médicos e psicólogos especializados, não pode ser qualquer um, porque sim, INFELIZMENTE muitos pediatras ainda não sabem diagnosticar autismo em seus primeiros sinais. Você sempre sabe, confie no seu sentir. 💖

Dica de ouro da Tia Paulinha:

Checklist dos marcos do desenvolvimento infantil do CDC – Center of National Disease and Prevention

Faça download do PDF abaixo:

Português – clique aqui para baixar gratuitamente

Inglês – clique aqui para baixar gratuitamente

Ainda não conhece outros textos do nosso blog?

Clique aqui para conhecer mais!

Também me siga no instagram para conteúdos diários sobre infância, psicologia infantil, autismo e muito mais: Clique aqui

Beijos da Tia Paulinha depois da sessão de desabafo pistoleira.

Compartilhe esse conteúdo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário

Conteúdos que você também pode gostar