Terapia para TDAH: Conheça as mais usadas e quais recursos você pode usar. 

Terapia para TDAH: Conheça as mais usadas e quais recursos você pode usar. 
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área todos os dias aqui e em minhas redes sociais.

A psicologia infantil não é uma área delineada da psicologia, o que faz dela cada vez mais ampla e cheia de possibilidades, que depende de nós, profissionais dedicados à infância, para continuar evoluindo. E entre suas nuances se encontra a terapia para TDAH, da qual irei falar um pouco mais para esclarecer como ela se relaciona com os nossos pequenos pacientes. 

Para que possamos auxiliar as crianças a construir meios de se manterem psicologicamente saudáveis, nós nos encontramos em um constante estado de busca por abordagens terapêuticas que possam ser adaptadas às necessidades individuais de cada criança que adentra o consultório. 

E ao elaborar um plano de intervenção durante a terapia para TDAH, o esforço não diminui ou é “aliviado” por soluções padronizadas, métodos superficiais ou um conhecimento isolado. 

Sempre se faz necessário o aprofundamento do nosso conhecimento sobre as possibilidades para um criança que é diagnosticada, mesmo que hajam consensos e práticas comuns, pode ser que aquela criança reaja de forma inesperada e diferenciada das demais, fazendo com o que nós elaboramos até o momento seja simplesmente disfuncional. 

É como digo por aqui, o processo de descoberta é constante.   

O que a psicologia nos oferece: 

Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)

A Terapia Cognitivo-Comportamental é uma abordagem terapêutica amplamente usada na  terapia para TDAH. Ela se concentra na identificação e modificação de padrões de pensamento disfuncionais e comportamentos inadequados. 

Quando voltada ao TDAH, as crianças aprendem a reconhecer e substituir pensamentos negativos, compulsórios e consequentes das dificuldades com a atenção, por pensamentos mais realistas e saudáveis. 

Por exemplo, uma criança com ansiedade social pode aprender a desafiar pensamentos como “eu só atrapalho e interrompo as conversas” e substituí-los por pensamentos mais equilibrados, como “eu não faço por mal, a minha atenção tem um curso próprio, etc.”.

Pode jogar na terapia? 

Grande parte da terapia para TDAH, pode-se dizer que é sensorial, e o jogo é uma forma de terapia expressiva que utiliza brincadeiras e atividades lúdicas para permitir que as crianças expressem seus sentimentos, pensamentos e preocupações. 

É um meio de ajudar crianças menores, ou aquelas que enfrentam dificuldade em se expressar verbalmente, a comunicar seus sentimentos mais claramente. O terapeuta observa as interações da criança com os brinquedos e fornece orientação conforme necessário. 

A terapia com jogos e brinquedos pode ser usada para o direcionamento de uma grande variedade de questões, como trauma, ansiedade e dificuldades de socialização.

Terapia para TDAH: Conheça as mais usadas e quais recursos você pode usar. 

Terapia familiar

A terapia familiar é frequentemente usada na terapia para TDAH, uma vez que os problemas vividos por uma criança afetam,sim, toda a família e o fator afetivo sempre deve estar presente na equação ao fazer uma análise ou planejar uma intervenção. 

Esta abordagem terapêutica concentra-se nas dinâmicas familiares e na comunicação entre os membros da família. Terapeutas familiares podem, também, auxiliar as famílias a desenvolver estratégias para resolver conflitos, melhorar a comunicação e oferecer apoio mútuo. 

Um apoio que pode ser particularmente eficaz quando uma criança está enfrentando dificuldades emocionais para além das trazidas pelo transtorno, como depressão ou ansiedade, e o tempo demandado à educação e apoio familiar se torna naturalmente menor e mais limitado.

Terapia de contingência

A terapia de contingência é uma abordagem comportamental recente que se baseia em recompensas e consequências para moldar comportamentos desejados. Essa técnica é frequentemente usada para auxiliar crianças com transtornos do espectro autista ou distúrbios de conduta, não somente na terapia para TDAH

Funciona estabelecendo regras claras, recompensando comportamentos positivos e aplicando consequências para comportamentos indesejados. Por exemplo, uma criança pode receber recompensas por completar tarefas escolares, como tempo extra para brincar, enquanto comportamentos inadequados podem resultar na perda de privilégios temporários.

Terapia de exposição e dessensibilização

A terapia de exposição é frequentemente usada na terapia para TDAH devido à sua importante função no processamento sensorial da criança. Ela envolve gradualmente expor a criança ao objeto ou situação que gera maiores estímulos neurais que causam desconforto, permitindo que ela se acostume e reduza sua ansiedade em um ambiente controlado e seguro. 

A dessensibilização visa reduzir a reatividade emocional da criança a eventos traumáticos ou fobias específicas.

Terapia para TDAH: Conheça as mais usadas e quais recursos você pode usar. 

Terapia comportamental (outra):

A terapia comportamental concentra-se na modificação de comportamentos específicos. Como psicoterapeutas nós ajudamos as crianças a identificar comportamentos que são fonte de incômodo por diferentes razões a desenvolver estratégias para mudá-los. 

Ela pode ser útil para crianças com problemas de conduta, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e transtorno opositivo desafiador (TOD). Na terapia para TDAH, o foco pode mudar de criança para criança aprendendo técnicas de gerenciamento de impulsos.

Controle de estresse

A terapia de controle de estresse ensina crianças a identificar e lidar com o estresse de maneira eficaz. As crianças aprendem técnicas de relaxamento, como respiração profunda e relaxamento muscular progressivo, para gerenciar a ansiedade e o estresse. Essa terapia é particularmente útil para crianças que enfrentam situações estressantes, como divórcio dos pais, mudanças escolares ou problemas familiares.

Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT)

A Terapia de Aceitação e Compromisso é uma abordagem que ensina a criança a aceitar pensamentos e emoções negativas, em vez de lutar contra elas, e a se comprometer com valores e objetivos pessoais. Essa terapia pode ser útil para crianças que enfrentam ansiedade, depressão ou questões de autoestima. Ajuda as crianças a desenvolver resiliência emocional e a se concentrar no que é mais importante em suas vidas.

A escolha da terapia dependerá das necessidades específicas da criança, de sua idade, de suas capacidades e das preocupações apresentadas. A intervenção terapêutica adequada pode fazer uma diferença significativa na vida de uma criança, permitindo-lhes crescer emocionalmente saudáveis e resilientes.

Você se interessa pela psicologia infantil, está começando ou quer mudar de área? Eu criei o PsicoPlano Infantil para atender às necessidades de todos os profissionais que querem se dedicar ao atendimento infantil.

O conteúdo do blog também é compartilhado nas redes sociais Instagram, Facebook, TikTok e YouTube

Compartilhe esse conteúdo
WhatsApp
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Conteúdos que você também pode gostar
Calandar (2)
17 de abril de 2024
Tornar-se um especialista em psicologia...
Calandar (2)
11 de abril de 2024
Abrir um consultório de psicologia...
Calandar (2)
7 de abril de 2024
Planejar uma consulta de psicologia...
Calandar (2)
3 de abril de 2024
A busca por especialização em...
Calandar (2)
28 de fevereiro de 2024
A intervenção de qualquer transtorno...
Calandar (2)
27 de janeiro de 2024
A prática da psicologia infantil...
Calandar (2)
25 de janeiro de 2024
A Psicologia Infantil desempenha um...
Calandar (2)
21 de janeiro de 2024
O desenvolvimento emocional e cognitivo...

Newsletter: Receba Notícias e Conteúdos

Receba as novidades do mundo da Terapia Infantil toda semana!

Jornada Terapeuta Infantil de Sucesso

Aprenda a se desenvolver mais como terapeuta infantil, como lotar sua agenda e fazer a gestão do seu consultório do zero.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Digite o que procura abaixo