10 sinais de hiperatividade infantil para você ficar atento

10 sinais de hiperatividade infantil para você ficar atento
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área todos os dias aqui e em minhas redes sociais.

A hiperatividade infantil é um tema que desperta preocupação e debates em muitos pais e cuidadores. E reconhecer os sinais de hiperatividade infantil é fundamental para buscar ajuda adequada e evitar interpretações e conceitos errôneos sobre comportamentos naturais da criança que convive com a hiperatividade. 

Outro nome para TDAH? 

Os sinais de hiperatividade infantil e os do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) são frequentemente associados devido à suas similaridades, mas é importante entender que, na realidade, eles não são iguais, e não estão diretamente interligados. 

Embora a hiperatividade seja um dos sintomas do TDAH, e esteja presente no nome, existem diferenças fundamentais entre eles. Então eu separei algumas razões pelas quais a hiperatividade não é igual ao TDAH, para iluminar um pouco o assunto: 

Complexidade: O TDAH não é apenas caracterizado pela hiperatividade. Ele engloba três tipos principais de indícios: desatenção, hiperatividade e impulsividade. Algumas crianças com TDAH podem ser predominantemente desatentas, outras predominantemente hiperativas, e outras predominantemente impulsivas e as demais podem apresentar combinações. 

Um pouco diferente dos sinais de hiperatividade infantil

Variedade de sintomas: Enquanto os sinais de hiperatividade infantil envolvem um nível elevado de atividade física e inquietação, o TDAH soma características como dificuldade em manter o foco, falta de atenção a detalhes, dificuldade em seguir instruções, esquecimento frequente e impulsividade na tomada de decisões.

  • Abordagens psicológicas: O TDAH é um transtorno complexo que envolve múltiplos aspectos cognitivos, comportamentais e emocionais. Além da hiperatividade e da desatenção, os sintomas do TDAH também podem afetar o desempenho acadêmico, relacionamentos interpessoais e habilidades de organização.
  • Processo diagnóstico: Tanto a hiperatividade quanto o TDAH requerem um diagnóstico profissional para avaliar a presença e a intensidade dos sintomas. O diagnóstico de ambos é feito por meio de critérios específicos estabelecidos em manuais diagnósticos, como o DSM-5, por exemplo.
10 sinais de hiperatividade infantil para você ficar atento

Assim como ambos requerem amplo conhecimento dos sinais de hiperatividade infantil e dos sinais de TDAH, suas manifestações, nuances, impactos e diferenças, para que o diagnóstico seja assertivo. Portanto, a avaliação deve ser feita por profissionais especializados. 

  • Acompanhamento profissional: Embora a hiperatividade possa ser um dos sintomas do TDAH, a abordagem de tratamento não se limita apenas à redução da hiperatividade. O tratamento para o TDAH geralmente envolve uma combinação de intervenções, incluindo terapia comportamental, estratégias de gerenciamento de sintomas, apoio educacional e, em alguns casos, medicamentos.
  • O contexto do desenvolvimento: A hiperatividade pode ocorrer em situações específicas e ser uma resposta temporária a eventos externos. Por outro lado, o TDAH é um transtorno neuropsiquiátrico crônico que se manifesta ao longo do tempo e em diferentes contextos.
  • Avaliação global da criança: O diagnóstico de TDAH exige uma avaliação abrangente das diversas áreas da vida da criança, como ambiente escolar, social e familiar. A hiperatividade, por si só, pode não indicar automaticamente a presença do TDAH.

Crianças que apresentam sinais de hiperatividade infantil podem ou não ter TDAH, dependendo da presença de outros sintomas e fatores. 

Agora que já sabemos um pouco mais sobre as diferenças, aqui estão 10 sinais de hiperatividade infantil para você, papai ou mamãe, ficar atento no dia a dia:

1. Inquietação Constante: Crianças hiperativas muitas vezes não conseguem ficar paradas por muito tempo. Elas estão sempre em movimento, movendo os pés, as mãos ou se contorcendo na cadeira.

2. Dificuldade em permanecer na mesma posição por períodos prolongados: Crianças com hiperatividade frequentemente acham difícil permanecer sentadas, deitadas, ou paradas em uma consulta de dentista, por exemplo, por um período prolongado, seja na sala de aula, à mesa ou em outras situações em que se espera maior controle dos movimentos do corpo.

3. Fala Excessiva: Compartilhar o mundo com os adultos através da fala é uma das principais características da infância. Porém, crianças hiperativas tendem a falar muito mais e muito rápido, dificultando o entendimento do que está sendo dito. Elas podem, ainda, interromper os outros constantemente sem perceber e ter dificuldade em esperar a vez, ou a hora, de falar.

4. Dificuldade em seguir instruções: Crianças com hiperatividade podem encontrar problemas ao seguir instruções detalhadas, diversas etapas e que exijam concentração. Elas podem parecer desatentas ou distraídas, e ignorar manuais, diretrizes e até mesmo regras que foram repassadas de forma vaga.

10 sinais de hiperatividade infantil para você ficar atento

5. Foco limitado: Um dos mais marcantes sinais de hiperatividade infantil é a dificuldade em manter o foco. Em outras palavras, existem diversos movimentos e acontecimentos simultâneos para a criança, dificultando que apenas um objeto receba toda sua atenção. Crianças hiperativas podem alternar rapidamente de uma atividade para outra.

6. Impulsividade: Crianças com hiperatividade podem agir impulsivamente, sem pensar nas consequências. Isso pode resultar em decisões precipitadas e comportamentos inadequados.

7. Dificuldade em esperar: A paciência é um assunto delicado e confuso para a infância, e pode ser um desafio ainda maior para crianças hiperativas. Elas frequentemente têm dificuldade em esperar a vez em jogos, para se alimentar, ou outras situações que envolvam não poder executar uma ação ou participar em alguma atividade no presente momento. 

8. Problemas de organização: Crianças hiperativas podem ter dificuldades consideráveis em organizar seu espaço, suas atividades e seus pertences. Assim como elaborar e entender métodos, ou dar início a ações que necessitam de ordem para acontecer. 

9. Variações de humor: Oscilações frequentes de humor são comuns em crianças hiperativas por diversas razões. Elas podem passar rapidamente da alegria para a frustração ou irritabilidade. Esta constante mudança causa, também, certo esgotamento emocional. 

10. A memória é diferente: Além dos demais sinais de hiperatividade infantil, são várias as crianças que apresentam dificuldades para reter informações consideradas óbvias, ou claras, para as demais. Elas podem não conseguir se concentrar suficientemente em detalhes, e parecerem frequentemente desconectadas do que acontece à sua volta.

É importante salientar que os sinais de hiperatividade infantil não são iguais para todas as crianças e o que foi citado acima não é, de forma alguma, um padrão diagnóstico, mas sim pontos em comum, que são frequentes em diversos casos. 

É fundamental lembrar, também, que o diagnóstico de hiperatividade deve ser feito por um profissional qualificado, como um psicólogo ou um médico psiquiatra. Se você notar esses sinais em seu filho, é aconselhável buscar orientação profissional para uma avaliação adequada e um plano de intervenção, caso necessário. 

A identificação precoce e o suporte adequado podem fazer uma grande diferença no desenvolvimento da criança, permitindo-lhe alcançar seu máximo potencial. Ainda com dúvidas se o seu pequeno pode ou não precisar de auxílio? Eu estou sempre disponível nas minhas redes sociais (Instagram, Facebook e TikTok). 

No meu blog para pais, eu sempre compartilho conhecimento atuais, necessários e de acordo com as mais diversas realidades que encontro durante a minha atuação profissional, para sempre receber novidades acompanhe também meu canal do YouTube

Compartilhe esse conteúdo
WhatsApp
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Conteúdos que você também pode gostar
Calandar (2)
17 de abril de 2024
Tornar-se um especialista em psicologia...
Calandar (2)
11 de abril de 2024
Abrir um consultório de psicologia...
Calandar (2)
7 de abril de 2024
Planejar uma consulta de psicologia...
Calandar (2)
3 de abril de 2024
A busca por especialização em...
Calandar (2)
28 de fevereiro de 2024
A intervenção de qualquer transtorno...
Calandar (2)
27 de janeiro de 2024
A prática da psicologia infantil...
Calandar (2)
25 de janeiro de 2024
A Psicologia Infantil desempenha um...
Calandar (2)
21 de janeiro de 2024
O desenvolvimento emocional e cognitivo...

Newsletter: Receba Notícias e Conteúdos

Receba as novidades do mundo da Terapia Infantil toda semana!

Jornada Terapeuta Infantil de Sucesso

Aprenda a se desenvolver mais como terapeuta infantil, como lotar sua agenda e fazer a gestão do seu consultório do zero.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Digite o que procura abaixo