Minha filha se acha feia, como melhorar a autoestima dela?

Minha filha se acha feia, como melhorar a autoestima dela?
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área todos os dias aqui e em minhas redes sociais.

A autoestima é um aspecto crucial para o desenvolvimento saudável das crianças, e influencia diretamente na forma como nos relacionamos com nós, com os outros e com o mundo ao nosso redor. Se a minha filha se acha feia, como pai ou mãe, é natural que eu busque soluções viáveis que irão ajudá-la. 

Quando uma criança tem a autoestima saudável, ela é capaz de se sentir confiante em suas habilidades e competências, enfrentar desafios de forma mais eficaz e se sentir segura em suas relações interpessoais. 

Por outro lado, quando a autoestima de uma criança está comprometida, ela pode apresentar dificuldades em se relacionar com os outros e sentir-se insegura e incapaz de lidar com situações novas e desafiadoras. 

Ao descobrir que minha filha se acha feia, eu, enquanto adulto responsável pela criança, seja pai, mãe, educador, etc. fornecer a ela um ambiente que estimule sua autoestima, valorizando suas conquistas e incentivando-a a explorar novas possibilidades. 

Em outras palavras, a criança se espelha e internaliza conceitos e comportamentos daqueles que se dedicam ao seu cuidado diário. Assim sendo, você desempenha um papel fundamental na promoção da autoestima da sua filha, e a psicologia infantil oferece alguns meios para que isso aconteça de forma saudável. 

Vamos explorar juntos algumas dessas estratégias para ajudar você a fortalecer a autoestima da sua menina!

Comunique o que é positivo também!

Um dos fatores mais importantes para melhorar a autoestima de uma criança é transmitir amor e aceitação incondicional. “Paula, se a minha filha se acha feia, significa que eu não estou transmitindo o amor que sinto por ela?” 

A culpa nunca é o melhor caminho, já que não oferece soluções ao sofrimento da criança,  sendo assim, procure mostrar à sua filha que você a ama exatamente como ela é, independentemente de seus sucessos, falhas ou aparência física. 

Você pode fazer elogios sinceros e encorajar suas conquistas reais, por menores que sejam, focando em suas qualidades, habilidades e esforços, em vez de apenas nos resultados finais. 

Promova a independência dela! 

Permita que sua filha assuma responsabilidades adequadas à idade dela e dê a ela a oportunidade de realizar tarefas sozinha diárias, como guardar os próprios brinquedos, levar as próprias roupas sujas até o cesto, guardar a louça que está seca ou regar platinhas.  

“E como isso se relaciona quando a minha filha se acha feia?” Promover um senso de independência contribui grandemente para o desenvolvimento de sentimentos relacionados à realização pessoal, que afetam, também, a autoestima da criança como um todo. 

Estimule suas habilidades e talentos!

Encoraje sua filha a explorar seus interesses, talentos e habilidades. Ajude-a a identificar suas paixões e forneça oportunidades para desenvolvê-las. A construção do senso de competência e satisfação pessoal, envolve exploração, erros, frustrações e o reconhecimento das nossas habilidades e aquilo que nós não conseguimos fazer.

Ao proporcionar um ambiente seguro para errar, solucionar e compreender limitações e forças, nós também auxiliamos na estruturação da identidade e do senso de propósito da criança. Se a minha filha se acha feia, eu, enquanto pai ou mãe, posso observar se ela também se sente menos capaz que as outras crianças e levar para a terapia exemplo de situações. 

Dê opções de enfrentamento saudáveis!

Ajude sua filha a desenvolver habilidades de enfrentamento saudáveis para lidar com os desafios diários, os fracassos e, principalmente, com as críticas que receber. Ensine-a a reconhecer suas emoções, expressá-las de maneira adequada e buscar apoio quando necessário.  

Minha filha se acha feia porque os colegas da escola fazem piadas”. Você já deve ter escutado essa frase ou até mesmo dito ela. Acho interessante relembrar que “o outro” é um universo que nós não podemos adentrar, e não devemos incentivar que as crianças respondam de forma violenta. 

O bullying é, infelizmente, um assunto amplo e extremamente complicado, e nós podemos tentar evitar e prevenir, mas não há garantia de que não venha a acontecer, assim como situações que nós consideramos humilhantes, desagradáveis e vexatórias. 

Como pais, nós podemos mostrar para as nossas filhas que cada desafio e situação difícil, que está fora do nosso controle, é uma oportunidade de aprendizado e validar o que ela está sentindo, oferecendo apoio.

Minha filha se acha feia, como melhorar a autoestima dela?

Relações sociais positivas?

Não significa escolher e controlar os amigos dela, mas sim incentivá-la a cultivar amizades saudáveis e positivas. Que sejam genuínas e de apoio, que cooperam significativamente para a autoestima de uma criança. 

Promova uma imagem corporal real e positiva

Promover uma imagem corporal positiva em sua família significa evitar fazer comentários negativos sobre a aparência física, peso ou tamanho do corpo de outras pessoas, sua e do seu cônjuge também. 

“Mas eu nunca direcionei nenhum comentário sobre ela, e minha filha se acha feia mesmo assim!”. As crianças nos observam constantemente e internalizam as críticas que fazemos às outras pessoas e a nós mesmos, mesmo que inconscientes. 

Seja um modelo! 

Acho importante lembrar que você é um modelo muito, muito importante para a sua pequena. Por isso, é recomendado cuidar de sua própria autoestima e demonstrar comportamentos saudáveis de amor-próprio. 

Seja gentil consigo mesmo, valorize suas próprias qualidades e trate-se com respeito e compaixão quando ela estiver presente, mesmo que encontre dificuldades. Sua filha observará esses comportamentos e internalizará a importância de uma autoestima positiva.

É um exercício bom para todas as pessoas, de todas as idades. 

“Paula, se a minha filha se acha feia, ela precisa de terapia?” 

Os psicólogos infantis podem oferecer várias estratégias eficazes para promover uma autoestima saudável, porém sua atuação é consideravelmente ampla, e você estará fornecendo uma base sólida para o desenvolvimento de uma autoestima positiva e duradoura em sua filha. 

A terapia, para as crianças, é, também, um investimento no futuro. Lembre-se de que sua filha é única, e é essencial adaptar as estratégias, soluções e intervenções às necessidades individuais dela, buscando sempre o apoio profissional adequado quando necessário. 

Gostou das dicas? No meu canal do YouTube você pode conferir livros, práticas e atividades que irão te ajudar a promover um desenvolvimento emocionalmente saudável, em sincronia com a idade e conectada com o seu pequeno ou pequena. Aqui você encontra alguns exemplos! 

Nas minhas redes sociais (TikTok, Facebook, Instagram), eu sempre compartilho conhecimentos práticos e baseados em ampla pesquisa e estudo! Não deixe de assinar a newsletter para sempre ter novos conteúdos e publicações toda semana! 

Compartilhe esse conteúdo
WhatsApp
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Conteúdos que você também pode gostar
Calandar (2)
20 de maio de 2024
A integração necessária para a...
Calandar (2)
15 de março de 2024
As estereotipias do autismo são...
Calandar (2)
13 de março de 2024
O hiperfoco infantil é um...
Calandar (2)
11 de março de 2024
O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) é...
Calandar (2)
5 de março de 2024
Os transtornos infantis são condições...

Newsletter: Receba Notícias e Conteúdos

Receba as novidades do mundo da Terapia Infantil toda semana!

Jornada Terapeuta Infantil de Sucesso

Aprenda a se desenvolver mais como terapeuta infantil, como lotar sua agenda e fazer a gestão do seu consultório do zero.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Descubra como trabalhar todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil.

TERAPEUTA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Aprenda como atuar em todas as demandas clínicas eliminando qualquer insegurança no atendimento infantil, através da metodologia IAMF.

PSICÓLOGA INFANTIL NÃO PERCA!!!

Digite o que procura abaixo