O que fazer se meu filho morde tudo?

O que fazer se meu filho morde tudo?
Paulinha Psico Infantil

Paulinha Psico Infantil

Olá, sou a Paulinha, psicóloga infantil com foco em transtornos do neurodesenvolvimento. Crio conteúdos na internet desde 2015 e ajudo milhares de mães e outras profissionais da área. Quer conversar comigo? Só deixar um comentário no final do conteúdo.

Os bebês podem se desenvolver e conhecer o mundo exterior de diversas maneiras diferentes. Os pais, muitas vezes, não sabem como lidar com algumas ações rotineiras dos filhos, que fazem parte desse processo de desenvolvimento e conhecimento do mundo. Uma situação comum, mas que pode ter diferentes significados, é quando os pais observam que o filho está mordendo tudo à sua volta, e se questionam: porque meu filho morde tudo?

“A situação só é preocupante quando ultrapassa os 2 anos de idade e acontece com muita frequência, várias vezes ao dia. Isso demonstra uma agressividade muito aflorada e indica que pode estar acontecendo alguma coisa na família ou no desenvolvimento da criança. Nesses casos, é válido consultar um psicólogo”, explica Deborah Moss, neuropsicóloga e mestre em psicologia do desenvolvimento infantil.

Meu filho morde tudo, e agora?

Meu filho morde tudo, e agora?

Quando os pais começam a observar e questionar porque o meu filho morde tudo, é importante buscar entender o que pode estar acontecendo para que ele tenha esse comportamento.

Mais a frente veremos os diversos motivos que podem levar os filhos a essa condição, mas é interessante entender que, desde pequenos, muitas das ações e dos comportamentos dos bebês ou das crianças são formas de se conectar com a mãe.

É natural que, essencialmente nos primeiros anos de vida, o bebê se apegue totalmente à mãe e busque formas de se conectar mais profundamente. O contrário também é verdadeiro, as mães buscam diferentes maneiras de se conectar cada vez mais com seus filhos, principalmente nessa idade.

Dessa forma, quando os pais, principalmente a mãe, se questionarem o porque meu filho morde tudo, essa busca pela conexão com a mãe pode ser a resposta mais palpável, além da exploração do próprio funcionamento de seu corpinho.

Possíveis motivos do porque seu filho morde tudo:

Como dissemos, a busca pela conexão com as mães pode ser um gerador desse comportamento repetitivo e em excesso, mas existem outros diversos motivos do porque meu filho morde tudo. A seguir, elencamos alguns principais e que são bastante comuns:

1 – Nascimento dos dentes

Nascimento dos dentes

Durante os primeiros meses de vida, os dentes já podem começar a aparecer na boca dos pequenos. Esse é um processo difícil, pois os bebês podem sofrer com febre e dor na região.

Os dentes vão nascendo gradualmente, um por um, até formar a arcada dentária completa ainda nos primeiros anos de vida.

Por conta da dor que gera na boca dos pequenos, o nascimento dos dentes podem ser uma das respostas do porque meu filho morde tudo.

Obviamente, a mordida só começa a aparecer com o nascimento dos dentes, e é uma reação natural: para aliviar a dor nessa região, quando os dentes estão nascendo, os bebês passam a morder as coisas ao seu redor, sejam brinquedos, comida ou até as pessoas.

2 – Exploração oral

Fase oral

De acordo com alguns estudiosos, o desenvolvimento infantil possui diferentes fases em seu processo. Uma delas é a fase de explorar as coisas pela boca.

Nesse sentido, a fase de exploração oral é uma das mais marcantes no começo da vida das pessoas. Como as crianças estão buscando compreender o mundo a sua volta, elas passam a explorar como essa boca funciona e processa as informações e objetos do ambiente, podendo morder as coisas e pessoas para exploração.

3 – Transtorno do processamento sensorial

Transtorno do processamento sensorial

O transtorno do processamento sensorial é um transtorno que afeta diretamente a forma como o cérebro recebe e transmite as informações sensoriais.

Essas alterações podem, ou não, estar associadas ao Transtorno do Espectro Autista (TEA). 80% das pessoas autistas possuem TPS, transtorno do processamento sensorial.

Por conta dessas mudanças sensoriais, principalmente em crianças que possuem o TEA, a capacidade de processamento e a recepção de estímulos é alterada, podendo resultar em comportamentos fora do padrão.

A mordida em excesso, por exemplo, pode ser resultado desse transtorno, por diferentes motivos.

Um exemplo bastante interessante é o seguinte: por conta das alterações sensoriais, as crianças podem se incomodar mais facilmente, por exemplo, por conta de barulhos muito altos ou excesso de luzes.

Com isso, elas podem se sentir bastante incomodadas e nervosas, praticando ações naturais do corpo, como bater as coisas ao redor ou morder objetos e pessoas, como uma forma de extravasar essa sensação.

Ou ainda, em caso de serem um perfil “hipo”, algumas crianças podem viver em busca de mais estímulos, para que consigam sentir mais e mais esse corpinho.

Para essa avaliação, recomendo sempre a ida em uma terapeuta ocupacional especializada em integração sensorial.

4 – Comportamentos inadequados

Comportamentos inadequados

A resposta para entender porque meu filho morde tudo também pode estar relacionado a comportamentos inadequados da criança.

Muitos pais costumam observar o comportamento dos seus filhos o tempo todo, e podem acabar identificando que a mordida está dentro desse padrão comportamental, assim como tapas, brigas e choros.

Nesse sentido, podem acabar pensando que a mordida, seja em objetos ou propriamente em outras pessoas, nos pais, nos avós ou nos amigos de escola, é simplesmente um ação inadequada relacionada ao seu comportamento, ignorando outros fatores que podem levar a isso.

Pode ser que essa criança ainda não tenha outras formas de expressar algum sentimento que não gostou, e a mordida acaba sendo uma forma instintiva de defesa e reação.

Por vezes, crianças que possuem alterações de comunicação, podem ter alguns comportamentos inadequados pois tem dificuldade em serem compreendidas em seus ambientes.

5 – Frustração

Frustração

Como os pequenos não entendem direito as situações que acontecem com ele no dia a dia, é comum que eles fiquem frustradas, principalmente quando contrariadas.

As crianças têm a tendência a querer explorar tudo ao seu redor, justamente para compreender melhor o mundo.

Dessa forma, a frustração é uma coisa bastante comum. Quando o seu filho quer, por exemplo, pular na cama ou brincar com algum objeto inapropriado, e os pais coíbem essa ação, a resposta natural da criança é chorar e ter alguns comportamentos considerados inapropriados, como gritos, choros, jogar coisas, ou então, morder.

Nem sempre essa é uma ação agressiva, mas é natural. A mordida é uma forma de “extravasar” essa frustração, sendo uma resposta importante para o porque meu filho morde tudo.

Então pode acontecer que seu filho morda para conseguir organizar a sua baixa tolerância à frustração.

6 – Outros diagnósticos

Outros diagnósticos

Existem ainda diversos motivos do porque meu filho morde tudo. Cada caso é um caso, e é preciso tentar compreender o porquê essa situação está acontecendo com frequência.

O ato de morder é um comportamento natural das crianças, fazendo parte do desenvolvimento. Entretanto, se isso passar a ser uma questão mais séria, como quando os pequenos passam a morder os colegas de sala, é necessário ficar atento para identificar qual é o principal motivo que está levando eles a fazer isso.

O que posso fazer?

O que posso fazer?

Muitos pais podem ficar na dúvida do que fazer quando observam que meu filho morde tudo. Porém, é importante não se desesperar e ter ações repressivas, que podem agravar esse tipo de comportamento.

Como dissemos, cada caso é um caso. Uma criança pode estar fazendo isso por conta de seu desenvolvimento natural, enquanto outra pode ter relações com transtornos, como o autismo.

Por isso, existem algumas ações que podem ser feitas para solucionar ou amenizar o problema. O mais indicado é procurar ajuda de especialistas, que conseguirão avaliar melhor o que a criança está sentindo e porque ela está fazendo isso.

Entretanto, existem algumas receitas que são muito utilizadas para amenizar esse problema ou canalizar a mordida em uma determinada coisa.

Quando os pais estão buscando entender porque meu filho morde tudo, eles podem seguir algumas dicas paliativas ou de controle para concentrar a mordida em um objeto, nas pessoas e em uma comida específica, tais como:

  • Picolé de gelo;
  • Picolé de leite materno;
  • Mordedores;
  • Brinquedos de morder.

Outra ideia interessante que pode ser aplicada, mas em situações específicas, como quando a criança passa a morder por conta dor do nascimento dos dentes, é a realização de massagem na bochecha. Essa prática pode confortar a dor e evitar que as crianças se concentrem em morder tudo ao seu redor.

A revista Crescer trouxe algumas dicas importantes também sobre o tema:

Dicas para pais de crianças que mordem:

*Quando você presenciar seu filho mordendo, afaste-o da situação e demonstre que aquilo não é aceitável. É preciso chamar a atenção para que não se torne um hábito. Por menor que a criança seja, ela vai entender que aquilo não agradou ninguém.

*Nunca ria ou demonstre que achou graça da mordida.

*Explique o motivo de não poder morder: dói, o amigo chora, a mamãe fica triste e assim por diante…

*Se alguma mãe vier conversar com você porque o filho dela foi mordido pelo seu, diga que você já está ciente (caso a escola tenha informado) e diga que está tomando as providências necessárias para que ele pare com o hábito.”

Qual o profissional que pode me ajudar?

Qual o profissional que pode me ajudar?

Para não perder tempo com consultas que não irão resolver seu incômodo, em que você percebe que meu filho morde tudo, é preciso buscar os profissionais que podem sim te ajudar a resolver essa situação.

Dessa forma, existem alguns profissionais que podem te ajudar a encontrar essas soluções, especialmente os dentistas, psicólogos e terapeutas ocupacionais.

Cada profissional busca compreender essa situação de acordo com o seu conhecimento. Naturalmente, os psicólogos, por exemplo, irão focar mais para uma questão comportamental, identificando quais são os padrões de comportamento que levam a criança a morder tudo ao seu redor.

Em contrapartida, os dentistas, no que lhe concerne, terão uma abordagem diferente, voltada mais para relação entre a mordida e os dentes das crianças. Muitas vezes, esses são dois especialistas que se complementam, justamente por essa visão diferenciada, que se torna mais ampla.

Dessa maneira, quando você observar essa mudança no comportamento do seu filho, percebendo que a questão da mordida está fugindo do controle e se tornando uma constância, procurar um desses especialistas podem ser necessários.

Conclusão

Entender o porque meu filho morde tudo é uma tarefa difícil para os pais, pois podem existir diversos motivos que estejam levando seus filhos a terem esse tipo de comportamento. Por isso, podemos concluir com o artigo que é fundamental buscar compreender o que está acontecendo, através da observação dos estímulos que levam o seu filho a morder tudo ao seu redor e com o auxílio de profissionais qualificados que entendem do assunto, como dentistas e psicólogos.
Quer saber mais sobre o assunto? Me siga no instagram, onde eu relato todo o meu trabalho com crianças autistas.

Compartilhe esse conteúdo

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook

Tópicos do Conteúdo

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário

Conteúdos que você também pode gostar